Introdução ao Cultivo de Pimentas

Tópicos da Seção Cultivo:


1 - Introdução

2 - Sementes

3 - Plantio das Sementes e Germinação

4 - Transplante

5 - Cuidados e Manutenção

6 - Florescimento e Polinização

7 - Podagem

8 - Colheita

9 - Pragas e seus tratamentos


1 - Introdução:


A pimenta é uma planta que não apresenta grandes dificuldades em seu plantio, pode ser cultivada até mesmo em vasos pequenos e simples, para consumo próprio ou até mesmo como ornamento em terraços de apartamentos e residências. O ideal é destinar uma área livre com um raio aproximado de 30 à 40 centímetros para cada planta seja, um local simples, vaso, canteiro, e etc. Não existe problema algum em utilizar proporções menores, caso não seja possível algo dentro das características mencionadas anteriormente. A única diferença será com relação ao desenvolvimento da pimenteira, pois uma área próxima à indicada gera um grande fator de benefício para seu crescimento.

As pimenteiras apreciam climas quentes, tornando o Brasil como mais uma localidade de grande sucesso para seu cultivo no mundo. Em regiões que apresentam probabilidade de geadas ou quedas bruscas de temperatura, é necessário planejar seu plantio para evitar que fiquem muito tempo expostas a temperaturas muito baixas. Elas necessitam em média de 40 à 90 dias para amadurecerem e durante todo esse período é aconselhável protegê-las para evitar que sofram algum dano.

Observação: algumas variedades, excepcionalmente, apresentam grande resistência e não possuem queda de produtividade ou de crescimento ao serem expostas à temperaturas muito baixas, como por exemplo a Serrano.


Próximo tópico: 2 - Sementes


Referências:


The Smithsonian Institute

Discover Magazine

Bioversity International